Do juri literário: o escritor e a seleção

Mais uma vez dou de cara com os jurados. E como isso é subjetivo. Digo, brincando por aí, se eu mesma não curto Clarice, por que é que haveriam de me aplaudir? Nessa semana, nós, jovens aspirantes a escritores até 40 anos soubemos das estatísticas: 247 textos enviados para 20 escolhidos. O prêmio é o glamour de ser publicado em uma revista internacional que já lançou grandes nomes, Garcia Marques por exemplo. E como glamour é pouco para o tamanho da importância que se tem dado ao fato, a Revista Granta anunciará os 20 escolhidos - que só alguns privilegiados sabem (foram definidos na semana passada), segredo é condição - na Festa Literária Internacional de Paraty, a FLIP. Então é isso, coração apertado até fim de maio, começo de junho, quando então a revista entrará em contato com os vinte autores escolhidos. E já estamos todos avisados, segredo absoluto até o lançamento oficial.
Os sete jurados que selecionaram os 20 textos de um total de 247 para a edição Os melhores jovens escritores brasileiros, que a revista Granta lançará em julho, tinham reserva de dois dias no hotel Everest, no Rio de Janeiro, para deliberar. Ao que tudo indica, contudo, o encontro não rendeu grandes divergências: terminou em apenas quatro horas.

A edição da Granta será publicada durante a Flip (que vai de 4 a 8 de julho) e só nessa ocasião é que o público conhecerá os 20 escolhidos. Mas os autores selecionados podem aguardar um contato da revista no “fim de maio, começo de junho”, segundo Roberto Feith, diretor geral da Objetiva, que publica a Granta no Brasil. Ele explica que nessa época os textos estarão passando pela segunda revisão e o contato com os autores será necessário, porém feito sob acordo de confidencialidade.

A edição da prestigiosa revista literária é bastante aguardada. Ela também ganhará uma em inglês, em novembro deste ano, e em espanhol, no primeiro semestre de 2013, de forma a alçar em diversos países o nome de 20 talentos brasileiros com menos de 40 anos de idade. “A Granta na Inglaterra já está ativamente trabalhando no projeto de lançamento da edição em inglês”, conta Feith. A equipe inglesa também trabalha na elaboração da capa de Os melhores jovens escritores brasileiros, cuja primeira sugestão deve estar pronta da semana que vem.

Em 1983, a Granta, de origem inglesa, criou a primeira edição de Os melhores jovens escritores britânicos, que teve Julian Barnes, Kazuo Ishiguro, Ian McEwan e Salman Rushdie, entre outros, no rol de selecionados. Em 1993 e 2003, a revista publicou mais duas listas. Já a seleção de escritores americanos da Granta teve edições em 1996 e 2006, enquanto a edição dos melhores autores em língua espanhola aconteceu em 2010. As publicações têm como objetivo apontar os autores que devem despontar como inovadores e marcantes no cenário literário.

O júri para a seleção de autores brasileiros foi formado por Beatriz Bracher, Benjamin Moser, Cristovão Tezza, Italo Moriconi, Manuel da Costa Pinto, Marcelo Ferroni e Samuel Titan Jr.

Fonte: Publishnews
Postagem mais recente Postagem mais antiga Página inicial
Ads Top